19 maio 2010

Calos Pena Filho nasceu e faleceu no Recife em 1930. Publicou O Tempo da Busca, em 1952; c Memórias do Boi Serapião, com ilustrações de Aloísio Magalhães, edição Gráfico Amador, Recife, 1956; A Vertigem Liicida, edição da Secretaria de Educação e Cultura de Pernambuco, 1958 e Livro Geral, edição da Livraria São José, 1959.

PARA FAZER UM SONETO
Carlos Pena Filho

Tome um pouco de azul, se a tarde é clara,
e espere pelo instante ocasional.
Nesse curto intervalo Deus prepara
e lhe oferta a palavra inicial.

Aí, adote uma atitude avara:
se você preferir a cor local,
não use mais que o sol de sua cara
e um pedaço de fundo de quintal.

Se não, procure a cinza e essa vagueza
das lembranças da infância, e não se apresse.
Antes, deixe levá-lo a correnteza.

Mas ao chegar ao ponto em que se tece
dentro da escuridão a vã certeza,
ponha tudo de lado e então comece.
(De Livro Geral)*

3 comentários:

Vicktor disse...

Doce Lualil

Hoje, quando aqui escrevo é dia 29 de Maio...

Venho aqui deixar-te um beijinho duma amizade tamanho do Mundo neste dia que te desejo de muitas Felicidades.

Mil parabéns. Mil beijos.

notinha: tens a tua flor na Oficina

lis disse...

Parabéns !tambem seguindo nosso amigo Vicktor vim dar aquela espiadinha no seu blog .
Boa escolha , gosto muito desse autor Carlos Pena Filho .
Abraços e um bom domingo

Lilá(s) disse...

Muitos parabéns lualil e muitas felicidades.
Beijinhos